top of page

PROGRAMA DE INFÂNCIA E JUVENTUDE DA CÁRITAS CEARÁ ASSEGURA ALIMENTAÇÃO DE FAMÍLIAS

Ação emergencial alcançou 160 famílias em 18 municípios

Famílias das crianças, adolescentes e jovens acompanhados pelo Programa Infância Adolescência e Juventudes (Piaj), estão sendo assistidas por meio de uma Ação Emergencial através da parceria da Cáritas Brasileira com a organização católica alemã Adveniat. A ação acontece de forma simultânea nos regionais Ceará, Nordeste 3 e Norte 2, e tem como objetivo garantir a segurança alimentar de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade em meio a pandemia da COVID-19.

A ação priorizou famílias de crianças, adolescentes e jovens já acompanhados pelo PIAJ, com adultos ou responsáveis em situação de desemprego e que sejam chefiadas por mulheres. A família de Maria Eliane foi uma das beneficiadas da comunidade Batente no município de Ocara. Mãe de Rian e Riane, dona Eliane diz que o programa chegou na hora certa, “nos ajudou bastante nesse momento difícil que eu estava passando com meus filhos”.

Em todo o estado, 160 famílias em 18 municípios foram contempladas com o auxílio emergencial. Nos sete territórios diocesanos onde a Cáritas está presente, 22 comunidades foram acolhidas pela ação que contou com a compra de alimentos e materiais de higiene para o período de três meses. O conjunto da Rede Cáritas teve papel fundamental em todo o processo, com destaque ao incansável apoio das equipes diocesanas, em especial as/os Jovens Mobilizadoras/es que não mediram esforços em garantir que as cestas fossem adquiridas e entregues.

Todo esse esforço e trabalho em conjunto permitiram que a ajuda chegasse aos lugares mais longínquos e às mesas de famílias que se quer tinham alimento no dia em que as entregas foram feitas. Lívia Teixeira, jovem mobilizadora do programa na Cáritas Diocesana de Sobral, aponta que “a cesta chegou onde outros programas sociais não chegaram”. O relato de Lívia, assim como o de outros jovens mobilizadores, mostra a momento crucial em que a ajuda chegou nessas famílias.

Mas o fator transformador dessas ações não acontece somente na vida das famílias. “O trabalho no PIAJ vai muito além de um acompanhamento, a gente realmente causa alguma mudança na vida dessas pessoas”, diz Táynna Rodrigues, jovem mobilizadora da Cáritas Diocesana de Tianguá. A jovem, estudante de ciências sociais, diz que apesar de estudar e compreender a realidade dessas famílias, nunca havia tido contato tão próximo com elas. “Ver isso me fez enxergar o resultado do nosso trabalho, a forma como nós conseguimos tocar as pessoas e minimamente transformar a vida de alguém”, completa.

Para Monaiane Sá, coordenadora do Programa na Cáritas Regional Ceará, “os alimentos e produtos de limpeza e higiene pessoal adquiridos a partir da parceria com Adveniat representam um sinal de esperança na vida das famílias, de vida em abundância, assim como deseja o Senhor Jesus.” E nesse contexto, as desigualdades sociais evidenciadas pela COVID-19, nos provocam “a refletir sobre as desigualdades de nosso país e a questionar, assim como Dom Helder Câmara, o porquê destes irmãos e irmãs passarem pela condição da fome”, diz a coordenadora.

Desde o início da pandemia, até o fim de dezembro, conforme a plataforma IntegraSUS, o estado do Ceará registrou o número de 9990 mortes por Covid-19. Cinco das cidades sede das dioceses acompanhadas pela Cáritas no estado estão entre os 10 municípios com maior número de casos da doença. Em todo o país, o número de desempregados alcançou os 14,1 milhões e, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios feita pelo IBGE, os mais afetados pela doença – tanto na questão financeira quanto na de saúde - são pretos, pardos, pobres e pessoas sem estudo.

Os três meses de auxílio são a garantia da segurança alimentar e do cuidado com a vida dessas famílias. “Nosso desejo era atender integralmente todas as famílias acompanhadas pelo PIAJ, mas neste momento, foi preciso direcionar para os que se encontravam em condição de maior vulnerabilidade”, completa Monaiane. Essa e outras ações vem acontecendo por meio do Programa Infância, Adolescência e Juventude (Piaj), que nessa etapa do projeto trabalha sob o lema Tecendo Redes de Juventudes para ampliação, resistência e fortalecimento da incidência política no Estado do Ceará.

Através do PIAJ a Cáritas acompanha projetos, programas e outras iniciativas territoriais que possibilitem a participação desses sujeitos e suas famílias em espaços de mobilização, luta e decisões políticas. Essa mobilização e participação das crianças, adolescentes e jovens - tantas vezes invisibilizados em suas formas de ser, viver e se manifestar - traz novas possibilidades de imaginar e concretizar outros mundos, com mais beleza, poesia e novidades que permitam a vida em abundância, com justiça e direitos.


Por: Agamenon Porfirio - Comunicador da Cáritas Regional Ceará

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page